«Penso que a minha paixão pelos animais, contra os maus tratos a animais, baseia-se no facto de saber que estas criaturas que pensam e sentem, não podem falar por elas próprias. Estão dependentes de nós para isso. Eu sinto esta responsabilidade de falar por eles», explicou.




 fundação

 

«De alguma forma, acabei rodeado por pessoas que me amam e cuidam de mim e que farão tudo por mim», sublinhou. «É uma sensação boa. É o que se chama de felicidade», rematou.