Depois de lhe ter sido diagnosticado um cancro no cólon, um dos três criadores dos «The Simpsons» decidiu gastar a fortuna de millhões a favor dos direitos dos animais. Sam Simon, de 59 anos, tem 100 milhões de dólares (80,2 milhões de euros) para gastar. Divorciado por duas vezes e sem filhos, Sam Simon decidiu dedicar-se à caridade depois do diagnóstico que lhe foi feito em 2012.

Sam Simon fundou a série The Simpsons em 1991, com Matt Groening e James Brooks. Em entrevista à NBC News, Simon disse à entrevistadora Maria Shriver que tem trabalhado com associações de animais, como a PETA por exemplo, e afirmou estar a preparar várias ações com os animais.
 
 

«Penso que a minha paixão pelos animais, contra os maus tratos a animais, baseia-se no facto de saber que estas criaturas que pensam e sentem, não podem falar por elas próprias. Estão dependentes de nós para isso. Eu sinto esta responsabilidade de falar por eles», explicou.


 
 
O dinheiro de Sam Simon está numa  fundação com o seu nome. Além de servir para ajudar os animais, a fundação também ajuda famílias mais carenciadas.

Na mesma entrevista, Sam Simon revelou que tem lutado interiormente por causa do diagnóstico de doente terminal, mas explicou que é mais feliz do que nunca.
 

«De alguma forma, acabei rodeado por pessoas que me amam e cuidam de mim e que farão tudo por mim», sublinhou. «É uma sensação boa. É o que se chama de felicidade», rematou.