A polícia russa deteve quatro pessoas numa manifestação solidária à Ucrânia, em São Petersburgo, na noite de sábado

Entre os detidos estava o artista Piotr Pavlenski, que pregou os seus testículos no pavimento da Praça Vermelha, em novembro do ano passado.

Os protestantes exibiram bandeiras da Ucrânia e batiam em folhas de metal. Foi também formada uma barricada com pneus, perto da Igreja do Sangue Derramado, que mais tarde se incendiou.