Uma vasta rede de piratas informáticos (hackers) russos que roubaram bancos e administrações públicas foi desmantelada pelos serviços secretos e pela polícia, indicou hoje o ministério do Interior russo, precisando que foram detidas 50 pessoas.

Segundo as autoridades russas, foram efetuadas 86 buscas em 15 regiões do país.

Os ‘hackers’ infligiram, desde 2015, perdas de mais de 3 milhões de rublos, mais de 40 milhões de euros, aos clientes dos bancos. A polícia impediu, com esta operação, possíveis perdas num montante de 2,7 mil milhões de rublos.