Uma bomba artesanal explodiu, na madrugada de sexta-feira, nas proximidades de uma igreja francesa em Roma, a poucas horas da visita do Presidente da França, François Hollande, ao Vaticano, informou a embaixada francesa na Santa Sé.

Na rua onde a bomba explodiu encontra-se apenas «a igreja de Santo Ivo dos Bretões - que faz parte das instituições religiosas da França em Roma e Loreto - e um restaurante», disse à agência de notícias francesa AFP a secretária do embaixador da França no Vaticano.

A explosão, que ocorreu por volta da 01:30 hora (de Lisboa), só provocou danos materiais, «partindo uma janela de um edifício e danificando três carros que estavam estacionados» na Vicolo della Campana, uma pequena rua do centro histórico da capital italiana, informou a polícia à AFP.

«Até ao momento, nenhum ato de reivindicação foi encontrado ou transmitido às autoridades», segundo as autoridades policiais.

Segundo a funcionária da embaixada, «uma das hipóteses consideradas é a de um ato relacionado com a visita do Presidente francês».

Os restos da bomba já estão a ser analisados pelas autoridades romanas, que continuam no local da explosão.

François Hollande encontra-se esta manhã com o Papa Francisco no Vaticano.