Reza Baluchi, um atleta iraniano, tinha como objetivo ligar a Florida às Bermudas, numa bolha gigante e insuflável que ele construiu em casa. O atleta terá programado a viagem ao ínfimo pormenor, planeando sobreviver à base de barras energéticas quando não conseguisse pescar.

No entanto, a aventura ficou muito no início, já que foi salvo no sábado pela marinha norte-americana, vítima da fadiga em pleno oceano Atlântico.

Já na quarta-feira, as autoridades marítimas lhe tinha pedido para desistir da aventura, depois de revelar sinais de cansaço e desorientação, mas Reza «é um homem com uma missão», como faz menção no seu site. Reza orgulha-se de já ter percorrido 185 países, corre pela paz e já participou inclusive em ultramaratonas.

Apesar deste percalço, Reza não deverá desistir do seu sonho, de correr os 194 países reconhecidos pela ONU, em busca da união dos povos, em nome da paz. Reza Baluchi, iraniano, recebeu asilo dos Estados Unidos em 2003, após fugir do Irão, onde foi preso por ser um ativista contra o Islamismo e se recusar a praticar o jejum durante o mês do Ramadão.