Os habitantes de Sidney, na Austrália, entraram pelas 13:00 no ano de 2016, com um grandioso espetáculo de fogo-de-artifício, depois de as ilhas de Kiribati e Samoa ter sido as primeiras a passar de ano.

Quinze minutos depois de Kiribati e Samoa, foi a vez das 600 pessoas que habitam o arquipélago neozelandês de Chatham, a 680 quilómetros a sueste das principais ilhas da Nova Zelândia, se despedirem de 2015.

Pelas 11:00 de Lisboa chegou o ano de 2016 para os restantes habitantes da Nova Zelândia, Fiji e Tonga.