Trinta e oito pessoas morreram no leste da República Democrática do Congo (RD Congo) no passado fim de semana, a maioria das quais num ataque a uma igreja, revelou esta terça-feira o governo.

As mortes foram registadas na madrugada de sexta-feira em Mutarule, a cerca de 50 quilómetros a sul de Bukavu, capital da província de Kivu do Sul.

Fontes locais adiantaram anteriormente que pelo menos 30 pessoas tinham morrido e que a maioria era da etnia Bafuliru.