Um novo ataque de homens armados ligados à Renamo fez no sábado cinco feridos, incluindo um menor, no troço Save-Muxúnguè, no centro de Moçambique, disse à Lusa uma fonte policial.

A ofensiva incidiu contra um carro militar que escoltava a primeira coluna de viaturas na Estrada Nacional 1 (N1), a principal do país, que liga Sul a Norte, e o berço da tensão político-militar que afeta Moçambique há um ano.

«Do ataque foram registadas cinco vítimas civis, uma das quais criança, que foram socorridas e levadas para o hospital rural de Save [Inhambane, sul]», disse à agência Lusa Daniel Macuacua, porta-voz da Polícia de Sofala.