A Coreia do Norte anunciou esta sexta-feira que vai atrasar os relógios 30 minutos, na próxima semana, criando a “hora de Pyongyang”, rompendo assim com o fuso que fora imposto há mais de um século pelos “perversos imperialistas” japoneses.

A mudança vai fazer com que a hora padrão da Coreia do Norte corresponda a TMG+8:30, o que significa que vai ser meia hora a menos do que na Coreia do Sul, que à semelhança do Japão é de TMG+9:00, passando a designar-se como “hora de Pyongyang”, informou a agência oficial norte-coreana KCNA.

A “hora de Pyongyang” vai ser aplicada a partir do dia 15 de agosto, dia em que se assinala o 70.º aniversário da libertação do domínio colonial japonês.