«Foi nesta altura que me disseram que tinha um tumor, particularmente agressivo, e que estava a crescer rapidamente», contou ao The Telagraph.



«Quando recebi os resultados do hospital e me foi dito que o cancro não se tinha espalhado, o alívio que senti foi incrível, e é tudo devido ao Ted», contou após receber a maravilhosa notícia esta semana.




os antigos donos 

«Penso que o mais provável é que muitas pessoas afastem os cães quando começam a arranhar o peito, mas os donos devem notar nos sinais que dão, porque o Ted salvou mesmo a minha vida», concluiu.