Um juiz britânico pediu hoje uma revisão das medidas de segurança dos ‘sites’ de encontros, depois de ter condenado a 12 anos de prisão um violador em série que conhecia as vítimas através do portal norte-americano match.com.

O juiz Gregory Dickinson condenou Jason Lawrence, de 50 anos, a cumprir pelo menos 12 anos e seis meses de prisão, considerando que foi "desonesto, manipulador e altamente perigoso para as mulheres".

Lawrence foi considerado culpado pelo tribunal de Derby Crown, na Inglaterra, pela violação de cinco mulheres, por tentativa de violação de outra e ainda por assédio sexual de uma outra mulher, entre 2011 e 2014.

Ele visava mulheres divorciadas e viúvas. Só ele sabe quantas mulheres agrediu. É possível que existam outras mulheres", afirmou a chefe da polícia de Derbyshire, Allison Rigby.

O homem era um pai de família britânico de 50 anos, com três filhos e casado há alguns meses com uma mulher que conheceu através do mesmo site.