Mais de três mil refugiados foram socorridos esta terça-feira ao largo da Líbia, o que eleva para 5.600 o total destes migrantes nas últimas 48 horas, anunciou a Guarda Costeira italiana, que coordena este socorro.

Antes dos resgates desta semana, cerca de 34 mil pessoas tinham chegado aos portos do sul de Itália desde o início do ano, segundo uma contagem do Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados.

A Guarda Costeira italiana, os navios da operação europeia Sophia e a agência fronteiriça Frontex, um navio da organização não-governamental SOS Mediterrâneo e dois rebocadores de uma plataforma petrolífera participaram nestas operações de resgate.