Os Estados Unidos vão doar mais 419 milhões de dólares para ajudar os civis ameaçados pelo conflito na Síria, anunciaram as autoridades esta segunda-feira, depois de críticas sobre falta de ajuda norte-americana aos refugiados sírios.

Washington tem sido, de longe, o maior doador de ajuda humanitária aos sírios, e os fundos adicionais vão elevar para 4,5 mil milhões de dólares a ajuda dada desde o início do conflito em 2011.

Mesmo com o dinheiro doado, os Estados Unidos têm sido lentos a aceitar refugiados sírios, com apenas 1.800 a entrarem no país nos últimos quatro anos.