Outubro foi o mês em que mais migrantes atravessaram o Mediterrâneo. O Alto Comissariado da Organização das Nações Unidas para os Refugiados revela que 218 mil pessoas correram esse risco em busca de uma vida melhor. 

"No mês passado foi um mês recorde para chegadas", disse à AFP o porta-voz da agência de refugiados da ONU, Adrian Edwards, sublinhando que as chegadas em outubro estiveram "em paralelo" com todas aquelas que foram registadas 2014 (219 mil).

Ao certo, foram contabilizados 218.394 migrantes nos 31 dias de outubro, sendo que 8.000 deles desembarcaram na Grécia. 

Na semana passada, numa sucessão de novas tragédias no mar, a guarda costeira de Lesbos resgatou de uma só vez 242 pessoas ao largo da ilha grega, depois de uma embarcação se ter voltado.