Pelo menos 62 pessoas morreram este sábado nos confrontos entre fações rebeldes em diferentes localidades da província de Al Hasaka, no noroeste da Síria, denunciou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Pelo menos 35 combatentes da Frente al Nusra, com ligações à Al-Qaeda, e de outras fações relacionadas perderam a vida em confrontos contra membros do grupo rival Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL), que sofreu sete baixas, na estratégica povoação de Markada, no sul da província.

Ambas as partes disputam o controlo desta cidade, que no final foi tomada pelo EIIL, depois da retirada das milícias da Frente al Nusra.