«Somos Greta Ramelli e Vanessa Marzullo. Suplicamos ao nosso governo e aos seus mediadores que nos levem para casa antes do Natal». Estamos em grande perido e podemos ser mortas. O governo [italiano] é responsável pelas nossas vidas».