Um rapaz de 11 anos foi atacado na quarta-feira por um tigre, no Jardim Zoológico de Cascavel, no Paraná, Brasil. A criança foi levada para o hospital e submetida a uma intervenção cirúrgica, mas os médicos foram mesmo obrigados a amputar-lhe o braço dilacerado.

O tigre, de oito meses, foi colocado em isolamento, avança a revista «Veja».

A criança terá ultrapassado a cerca de segurança e passou a correr junto à jaula. O rapaz acabou por colocar o braço entre as grades e acabou por ser atacado pelo animal. De acordo com comunicado emitido pela autarquia de Cascavel, o pai do menino terá ignorado os alertas de perigo e os avisos dos restantes visitantes e permitiu que a criança passasse a cerca e até incentivou o menino a correr em volta da jaula.

De acordo com a Globo, o pai foi detido, após o incidente, mas garantiu que não viu o que o filho estava a fazer, uma vez que estava a cuidar do filho mais novo. Foi libertado, mas pode responder por crime de lesão corporal grave.