O avião, que realizava o voo QF2, entre o Dubai e Sydney, desceu dos 11.895 metros para os 2.745 metros em poucos minutos, revelou o canal 9 da televisão local.

A descida fez com que os sistemas de computadores do avião interpretassem que este estaria próximo da aterragem, fechando o sistema de ar-condicionado dentro da cabine.

Os serviços de emergência do aeroporto esperavam o avião na pista numa manobra que decorreu de forma segura.

«Uma forma interessante de começar o dia. Queda de 10.000 metros em quatro minutos. QF2, muitas pessoas a tremer. Os pilotos e a tripulação fizeram um bom trabalho», comentou um dos passageiros numa mensagem publicada na rede social Twitter, após o incidente.