Ativistas sul-coreanos voltaram, esta terça-feira, a lançar balões com panfletos e outras mensagens criticas do regime da Coreia do Norte, uma ação que poderá suscitar represálias de Pyongyang e impedir o diálogo entre ambos os países.

A campanha dos panfletos lançados a partir de balões de território sul-coreano é um dos principais pontos da tensão entre os dois países vizinhos com Pyongyang, muitas vezes, a usar fogo real para tentar impedir que os balões cheguem ao seu território.

A ação foi desencadeada pela organização «Lutadores por uma Coreia do Norte Livre» e envolveu o lançamento de cerca de 100.000 panfletos, segundo um despacho da agência Yonhap, da Coreia do Sul.