Dezenas de estudantes declararam, este domingo, uma praça do leste de Caracas como «praça da resistência», onde leram um manifesto e instaram o povo a reproduzir a iniciativa em toda a Venezuela.

«Hoje, batizamos esta praça como "Praça da Resistência", para mostrar a constância da nossa disposição inquebrantável de conquistar a liberdade», disse um dos estudantes ao ler o manifesto.

Trata-se da Praça Alfredo Sadel, uma importante área de Las Mercedes, uma localidade de classe média/alta do leste de Caracas.