A Renamo, principal partido da oposição em Moçambique, assumiu hoje, em declarações do seu porta-voz à Lusa, que foi «oficialmente contactada, e pela primeira vez» para um encontro com o seu líder, Afonso Dhlakama, pelo Presidente moçambicano, Armando Guebuza.

«Recebemos um ofício na tarde de sexta-feira e consideramos que, por isso, pela primeira vez, existiu um contacto oficial do Presidente da República para se encontrar com o nosso líder», disse Fenando Mazanga.

«Agora, vamos procurar saber o que o presidente Afonso Dhlakama pensa sobre este convite para um encontro», acrescentou Mazanga, alertando para a «dificuldade» desta diligência.