A Coca-Cola anunciou que vai retirar das suas bebidas energéticas o ingrediente mais polémico de todos os tempos: o azeite vegetal bromado (BVO). O BVO pode ser encontrado na Coca-Cola com sabor a fruta, na Fanta e na bebida energética Powerade.

O uso do BVO não é aprovado na União Europeia uma vez que pode apresentar riscos para a saúde, mas está presente em várias bebidas energéticas nos EUA.

«Todas as nossas bebidas, incluindo aquelas que têm BVO, são seguras e sempre o foram - e cumprem todas a legislação dos países onde estão à venda. A segurança e a qualidade dos nossos produtos é a nossa principal prioridade», afirmou Josh Gold, porta-voz da Coca Cola.

Uma petição lançada por uma jovem do Mississipi, Sarah Kavanagh, conseguiu o apolo de milhares de pessoas para a remoção do ingrediente.

No ano passado, a Pepsi já tinha retirado o químico de algumas das suas bebidas, como o Gatorade, mas ainda usa o BVO no Mountain Dew e Amp Energy, que só estão à venda nos EUA.

O BVO, à base de brometo, tem sido usado como estabilizador em bebidas com sabores a frutos. De acordo com alguns estudos científicos realizados pela clínica Mayo, o consumo excessivo de refrigerantes contendo BVO pode estar associado a efeitos negativos na saúde, incluindo perda de memória, problemas a pele e no sistema nervoso.