Um luso-canadiano fundador e líder do Vegan Environmental Party é candidato pelo círculo de eleitoral de Trinity, Spadina, às eleições provinciais do Ontário, no Canadá, do dia 12 de junho.

Antes das eleições de 2011, «tivemos um encontro vegan e então decidimos criar um partido que defendesse a nossa causa», começou por explicar Paul Figueiras, de 41 anos, que concorreu pela primeira vez por Mississauga Sul.

Nesse mesmo ano (2011), Paul Figueiras apresentou-se a votos, pela zona de Mississauga Sul. Este ano, o partido Vegan vai apresentar cinco candidatos as eleições provinciais do Ontário, concorrendo agora o líder por Trinity - Spadina, um círculo que conta com cerca de 110 mil eleitores.

O lusodescendente é «realista», e reconhece que «dificilmente» será eleito, mas o objetivo passa para também por «dar a conhecer» a causa vegan e também pela «participação do partido nos debates públicos».

Paul Figueiras defende a criação de uma «sociedade vegan, alertando a população para uma mudança de estilo de vida que aborda os direitos dos animais».

Do programa eleitoral do partido consta a eliminação dos subsídios que o governo comparticipa as quintas e unidades de produção animal, dando prioridade à comida baseada em plantas, numa sociedade do direito de igualdade.

As eleições do Ontário vão ter lugar no dia 12 de junho depois de a oposição não ter apoiado o orçamento do governo liberal.

Na anterior legislatura, tinham sido eleitos dois lusodescendentes para o Queen¿s Park, o liberal Charles Sousa (Mississauga Sul) e Teresa Armstrong (London, Fanshawe) eleita pelo NDP.

Calcula-se que existem no Canadá cerca de 550 mil portugueses e lusodescendentes, estando a grande maioria localizada na província do Ontário.