Um homem abriu fogo no centro financeiro de Almaty, no Cazaquistão, provocando a morte de três polícias e de um civil, de acordo com um comunicado do ministério do Interior, citado pela Reuters. Outros dois polícias ficaram feridos. Entretanto, fontes hospitalares revelaram à agência que há seis mortos e oito feridos. O presidente já classificou estes atos como "terroristas". 

As autoridades conseguiram deter o atacante, de 27 anos, suspeito de ser autor de um outro homicídio, no fim de semana. Um cúmplice conseguiu, no entanto, escapar e continua a monte.

Esta não foi uma situação isolada. Segundo fonte policial à Reuters, houve três ataques semelhantes e simultâneos. As autoridades desconfiam de que estes ataques foram levados a cabo por radicais islâmicos.

O presidente Nursultan Nazarbayev n teve dúvidas em considerar estes ataques como "atos terroristas", ordenando um reforço da segurança nas áreas públicas.