Milhares de polícias, oriundos de vários locais dos Estados Unidos, concentraram-se este sábado no velório de dois colegas que foram brutalmente assassinados na semana passada.

A 20 de dezembro, o agente Rafael Ramos, de 40 anos, e o seu colega Wenjian Liu, de 32 anos, foram várias vezes baleados à queima-roupa, na cabeça e tronco, quando estavam dentro do carro-patrulha, estacionado numa movimentada zona comercial em Brooklyn, recorda a Lusa.

O agressor, Ismaaiyl Brinsley, de 28 anos, que terá feito ameaças nas redes sociais de que iria matar polícias para vingar a morte de dois negros, acabou por se suicidar, também a tiro, numa estação de metro.

As cerimónias fúnebres estão a decorrer numa igreja no bairro de Queens, em Nova Iorque.