Um violino Stradivarius avaliado em 1,4 milhões de euros, roubado em dezembro de 2010 em Londres, foi recuperado intacto no Reino Unido, divulgou esta terça-feira a polícia britânica.

O violino, datado de 1696, e dois arcos, avaliados em 78.000 euros, foram roubados quando a proprietária do instrumento, a violinista de origem coreana Min-Jin Kym, estava num espaço de restauração localizado na estação de Euston, na capital britânica.

«Quando foi informada, não queria acreditar. Passei de um estado de desânimo para um estado de euforia (...). Estou no sétimo céu», afirmou a intérprete de 35 anos, salientando que o violino, que tocava desde a adolescência, fazia parte da sua identidade.

O violino, fabricado pelo reconhecido construtor italiano Antonio Stradivarius, foi encontrado dentro da sua caixa numa propriedade localizada na região centro de Inglaterra. À exceção de alguns danos menores, o violino estava intacto.

A investigação foi «longa e muito complicada», declarou o inspetor da polícia Simon Taylor, sublinhando que «a raridade e a especificidade» do instrumento teriam dificultado qualquer tipo de troca comercial.

Em 2011, três pessoas foram consideradas culpadas do roubo do violino, incluindo um adolescente que foi condenado a uma pena de 10 meses de prisão.