A missionária norte-americana Phyllis Sortor, de 71 anos, foi libertada sexta-feira depois de um grupo de homens armados a ter sequestrado há um mês na Nigéria, revelou a imprensa local.

Phyllis Sortor reuniu-se com os seus companheiros da Free Methodist Church de Seattle com os quais trabalhava em projetos escolares no país africano, revelou a igreja em comunicado.

A missionária foi sequestrada numa das escolas a 23 de fevereiro e os seus raptores exigiam 300.000 dólares de resgate.