O belga Peter Piot, codescobridor do vírus Ébola, em 1976, afirmou, esta terça-feira, que tudo aconteceu para que a epidemia ganhasse velocidade e lamentou «a lentidão extraordinária» de resposta da Organização Mundial de Saúde (OMS).

«Nós nunca tínhamos tido um surto de tal amplitude. Há seis meses assistimos ao que podemos chamar uma tempestade perfeita: tudo se reuniu para que ganhasse esta velocidade», declarou o investigador numa entrevista ao jornal francês «Libération».

A epidemia do Ébola, que já fez quase 1500 mortos, «explodiu em países em que os serviços de saúde não funcionam, devastados por anos de guerra. Além disso, a população desconfia radicalmente das autoridades», declarou Piot ao jornal.