O ex-ministro chinês dos Caminhos de Ferro Liu Zhijun foi condenado à morte com pena suspensa por dois anos por corrupção e abuso do poder, anunciou a agência noticiosa oficial chinesa Xinhua, nesta segunda-feira.

A sentença, que costuma ser comutada em prisão perpétua, foi decretada pelo Tribunal de 1.ª Instância nº 2 de Pequim.

Liu Zhijun, que foi também membro do Comité Central do Partido Comunista Chinês, está preso desde fevereiro de 2011.