Um automóvel abalroou várias pessoas e incendiou-se de seguida na Praça Tiananmen, no centro de Pequim, nesta segunda-feira, causando a morte do seu condutor e de dois passageiros, disse a agência noticiosa oficial chinesa Xinhua.

No entanto, de acordo com um último balanço, citado pela agência AFP, outras duas pessoas morreram e 38 ficaram feridas.

A viatura, descrita como um jeep, colidiu com a multidão que se encontrava junto ao tribunal onde está afixado o retrato do Presidente Mao Tsé-Tung e incendiou-se.

A Praça Tiananmen, situada no centro de Pequim, é um dos locais politicamente mais sensíveis e mais vigiados da capital chinesa.