Um ataque aéreo da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos perto de Mossul, Iraque, provocou a morte a dois líderes do grupo extremista Estado Islâmico, anunciou o Pentágono.

As forças da coligação realizaram um ataque aéreo contra dois comandantes militares seniores do Estado Islâmico a 25 de junho perto de Mossul, provocando a sua morte”, referiu, em comunicado, o Pentágono.

Segundo o comunicado, o ataque provocou a morte a Basim Muhammad Ahmad Sultan al-Bajari, vice-ministro da Guerra do grupo extremista, e a Hatim Talib al-Hamduni, comandante militar em Mossul.