Um ex-conselheiro do antigo Presidente francês Nicolas Sarkozy foi acusado no âmbito de uma investigação a alegada fraude na atribuição de contratos a empresas de sondagens encomendadas pelo palácio do Eliseu durante o seu mandato (2007-2012).

Patrick Buisson foi indiciado, na quarta-feira, por favorecimento, uso indevido de ativos e abuso de fundos públicos corporativos, segundo fonte judicial citada pela AFP.

Os juízes suspeitam que os contratos foram atribuídos sem o adequado processo de concurso público e que algumas sondagens foram encomendadas para fins partidários.