A nível mundial o número de mulheres parlamentares dobrou em 20 anos. Desde a adoção em 1995 do programa de Pequim para a emancipação das mulheres, a média mundial passou de 11.3% em 1995 para 22.1% em 2015.

A conclusão consta do segundo relatório da União Interparlamentar (IPU), divulgado esta quinta-feira em Genebra, O que referencia o número de mulheres nos parlamentos até dia 1 de janeiro 2015.


Comparativamente a 2013 (21,8%), a percentagem de mulheres representadas em parlamentos subiu em 2014 para 22,1%.

«Este abrandamento do progresso demonstra talvez que as quotas tornam-se barreiras de vidros e que devemos pensar noutras formas de promover as mulheres», adiantou a diretora.

























A UIP agrupa 166 membros e 10 membros associados, foi criada em 1889, tendo a sua sede em Genebra, Suíça.