França tem de se preparar para a possibilidade de novos atentados terroristas, "nos próximos dias, nas próximas semanas", advertiu esta segunda-feira o primeiro-ministro francês. 

"Vamos viver muito tempo com esta ameaça, (...) temos de estar preparados", reconheceu à rádio RTL, falando ainda em "novas réplicas" por parte da França.

Manuel Valls confirmou ainda que os ataques de sexta-feira, em Paris, foram "organizados, pensados, planeados a partir da Síria".

Dois dias depois dos ataques terroristas em Paris, o ministro da Defesa francês anunciou um bombardeamento massivo no bastião do Estado Islâmico, Raqqa, na Síria.