página na internet

“O ‘site’ vai permitir partilhar informações sobre criminosos procurados, que foram condenados ou são suspeitos de crimes graves ou de atos terroristas na Europa”, lê-se num comunicado da agência de polícia europeia, Europol.

A lista inclui para já 45 suspeitos, mas vai ser atualizada regularmente, segundo o comunicado, que sublinha ser “a primeira iniciativa europeia para apresentar uma lista de fugitivos procurados numa plataforma comum”.