Os parentes de um bebé paquistanês acusado de tentativa de homicídioesconderam-no das autoridades. O bebé foi levado a tribunal, na cidade de Lahore, na última semana, acusado de atirar pedras contra a polícia e ficais que cobravam uma conta de gás. O caso está a chamar a atenção para o disfuncional sistema de justiça do Paquistão.

O bebé foi acusado juntamente com toda a família, que protestava contra cortes sucessivos de gás e aumentos de preços.

«A polícia é vingativa. Agora, estão levar esta questão para o campo pessoal. É por isso que eu mandei o meu neto para Faisalabad, onde está protegido», comentou Muhammad Yasin, avô do bebé, em declarações à Reuters.

Depois de presente a tribunal, o bebé saiu em liberdade sob pagamento de uma fiança. Dia 12 de abril, vai ter de comparecer em nova audiência, mas o avô não deu certezas sobre se vai ou não levá-lo a tribunal novamente.