De acordo com a Reuters, o




O Vaticano disse na segunda-feira que os livros "geram interpretações confusas, parciais e tendenciosas", num comunicado em que anunciou a prisão do padre espanhol Lucio Angel Vallejo Balda, de 54 anos, e uma perita leiga italiana, Francesca Chaouqui, de 33.





Cla-re-za


"Temos que esclarecer melhor as finanças da Santa Sé e torná-las mais transparentes", disse o Sumo Pontífice, de acordo com a transcrição da gravação citada no livro, que o autor diz ter sido feita secretamente por alguém na sala.

"Cla-re-za. Isso é o que é feito nas empresas mais humildes, e temos de fazer também", disse ainda o Papa. De acordo com o livro, citado pela Reuters, Francisco acrescentou que "não é exagero dizer que a maioria dos nossos custos estão fora de controlo".





Papa está “bastante sozinho”




«A Igreja Universal tem um compromisso moral e ético, sobretudo para com os crentes, mas também para os não-crentes e agnósticos. Espero que o Papa Francisco consiga. Devo dizer que está bastante sozinho», acrescentou.


“Há alguns casos em que os parentes das pessoas que foram mortas e que estão à espera de ser beatificados ou canonizados podem pagar até 200.000, 300.000 ou 400.000 euros”, declarou.