Os atores norte-americanos George Clooney, Richard Gere e Salma Hayek encontraram-se, no domingo, com o Papa Francisco, no Vaticano. Os três atores receberam medalhas - o prémio “Oliveira da Paz”- pela contribuição que deram para a organização Scholas Occurrentes.

A Scholas Occurrentes é hoje uma fundação de dimensão internacional que promove uma rede de educação e de inclusão fundada pelo então bispo de Buenos Aires, Jorge Mario Bergoglio, que agora, enquanto Papa, continua a promover a iniciativa.

George Clooney marcou presença no evento acompanhado pela mulher, Amal. De acordo com a agência ANSA, o ator norte-americano disse que o programa impulsionado pela Scholas Occurrentes é “maravilhoso” e permite que “tantas outras religiões diferentes falem de inclusão”.

“As celebridades podem transmitir valores importantes”, disse à agência Reuters uma das organizadoras do evento, Lorena Bianchetti.

A responsável acrescentou que os atores aceitaram ser embaixadores de um dos projetos de arte da fundação.

Durante três dias de encontro no Vaticano foram debatidas questões educacionais e ambientais. Temas que preocupam tanto o Sumo Pontífice como os atores.