A Guarda Civil espanhola informou que libertou em alto mar o tubarão - com mais de dois metros de comprimento -, que tinha entrado na baía da base naval de Portopí, em Palma de Maiorca. 

As autoridades já tinham tentado capturar o animal com uma corda, para posteriormente o libertarem, mas sem sucesso, relata o jornal Diario de Mallorca

Com o auxílio de uma pessoa fora do barco, conseguiram agarrá-lo e levá-lo através de uma embarcação para fora do porto, apesar do animal ter mordido um flutuador do barco.

Esta quinta-feira o tubarão voltou a ser visto junto ao porto de Portopí. Depois de os biólogos terem verificado que o animal estava bem de saúde e não necessitava de cuidados, as autoridades levaram-no, através de uma embarcação, até alto-mar, onde o libertaram e perderam de vista. 

Segundo o mesmo jornal, o diretor dos recursos marinhos explicou que esta espécie é bastante comum no Mediterrâneo, mas que não é habitual vê-los tão perto da costa.

Também o chefe da Direção-Geral das Pescas tranquilizou os moradores da região e disse que a espécie é pacífica e não constitui perigo para a população.