A aviação israelita levou esta sexta-feira a cabo um raide aéreo no Líbano, anunciou o exército, na resposta a um ataque sobre Israel, entretanto reivindicado por um grupo ligado à Al-Qaeda.

«A força aérea de Israel visou um alvo terrorista situado entre Beirute e Saida, em resposta aos quatro rockets lançados sobre o norte de Israel na quinta-feira», precisou o comunicado.

«Os pilotos disseram que atingiram o alvo diretamente», acrescentou.

O ataque da força aérea israelita tinha como alvo um grupo palestiniano próximo do regime sírio, noticiou a agência nacional libanesa, citada pela AFP.

«A força aérea do inimigo israelita lançou, ao amanhecer, um raide no vale Naameh sobre uma posição da Frente de Libertação Popular da Palestina - Comando geral (PFLP - GC)», informou a agência, em referência ao grupo dirigido por Ahmad Jibril e conhecido pelo seu apoio ao regime sírio de Bashar al-Assad.