As autoridades chinesas libertaram Xu Wanping, um ativista chinês condenado em 2005 por «incitar a subversão contra o Estado» depois de cumprir nove anos de prisão, confirmou hoje a Organização de Direitos Humanos na China (HRIC).

Xi Wanping foi colocado em liberdade na tarde de terça-feira e terá sido levado pelas autoridades para sua casa, na cidade de Chongqing, centro do país, explicou Ye Shiwei, diretor do programa da HRIC, que saudou a decisão da justiça chinesa.

O ativista, de 51 anos, cuja defesa da democracia e dos direitos humanos já o tinha levado à prisão, por oito anos, está debilitado em termos de saúde o que terá sido a causa da sua libertação antes de cumprir a pena de 12 anos a que foi condenado, apontam diversas organizações.