Está a formar-se uma nova ilha na Oceânia, o outro extremo do mundo. Segundo a AFP, a  ilha tem já um tamanho substancial, tendo em conta o início das erupções.  

«A nova ilha tem um quilómetro de largura, dois quilómetros de comprimento e cerca de 100 metros de altura», afirmou o ministro de terras e recursos naturais de Tonga, o país formado por algumas ilhas do Oceano Pacífico. 

O vulcão que originou a ilha entrou em erupção a 20 de dezembro pela primeira vez em cinco anos. «Durante as nossas observações o vulcão estava a lançar, a cada cinco minutos e a uma altura de cerca de 400 metros, algumas pedras grandes». 
 
O vulcão, que se encontra perto da Nova Zelândia, está a expelir lava e detritos de duas saídas, uma na ilha inabitada de Hunga Ha’pai e outra de um orifício subaquático.

Alguns voos internacionais sobre o Oceano Pacífico foram cancelados devido à emissão de gases vulcânicos, mas na quarta-feira o tráfico aéreo voltou à normalidade. Os gases estão também a afetar fortemente a vegetação ao redor do local da erupção, com várias árvores e plantas a morrerem.

Tonga, na Oceânia regista frequentemente atividade sísmica e vulcânica.