A Agência de Segurança Nacional (NSA, no Inglês) norte-americana violou normas de segurança ou agiu fora do âmbito da sua autoridade por milhares de vezes desde 2008 no âmbito de programas de vigilância, informou na quinta-feira o «The Washington Post».

O diário, que cita uma auditoria interna da agência federal, salientou que as infrações afetaram alvos dos programas tanto norte-americanos como estrangeiros dentro dos Estados Unidos.

O relatório da auditoria, datado de maio de 2012, dá conta de 2 776 incidentes nos 12 meses precedentes de armazenamento ou acesso a comunicações protegidas dos cidadãos por correio eletrónico ou telefone e que a maior parte ocorreu acidentalmente e muitos deles tiveram como origem falhas informáticas ou erros tipográficos.