As autoridades da Nova Zelância cancelaram esta terça-feira os voos em cinco aeroportos do país devido à tempestade Gita, que a semana passada fez um morto e deixou um rasto de destruição nas ilhas Tonga.

Já a companhia aérea Air New Zealand informou que cancelou todos os voos de chegada e partida no aeroporto de Wellington, a capital do país, devido à tempestade que deverá chegar à região central do país com ventos de 150 quilómetros/hora.

Num comunicado, a companhia adianta que também será afetado o tráfego aéreo nos aeroportos de New Plymouth, Hokitika, Queenstown e Nelson.

Prevê-se que as condições meteorológicas se agravem até ao meio-dia”, refere a Air New Zealand na sua conta na rede social Twitter.

Além do vento, as autoridades admitem que a tempestade provoque chuvas torrenciais, uma subida substancial do nível das águas do mar e um aumento rápido dos caudais dos rios.

A tempestade já provocou o encerramento de estradas e escolas, esperando-se igualmente cancelamentos das ligações de comboio em Christchurch, Nelson e West Coast, na ilha do sul.