As forças armadas da Venezuela reiteraram "absoluta lealdade" e "apoio incondicional" ao Presidente Nicolás Maduro, declarou esta quinta-feira o ministro da Defesa, em pleno "braço-de-ferro" entre o governo e a oposição maioritária no parlamento.

"O Presidente é a mais alta autoridade do Estado e nós reafirmamos a nossa lealdade absoluta e o nosso apoio incondicional", declarou Vladimir Padrino, reconduzido no cargo, na véspera.


A oposição anti-chavista [do nome do antigo presidente Hugo Chávez], aliança Mesa de Unidade Democrática (MUD), conquistou uma maioria de dois terços nas eleições legislativas de 06 de dezembro passado.