O jornal escocês The Scotsman noticiou esta sexta-feira que o famoso «monstro do lago Ness» não foi avistado no ano passado, pela primeira vez em 88 anos.

Os observadores manifestaram preocupação por «Nessie», como é popularmente conhecida a mítica criatura, não ter surgido à superfície do lago escocês, durante todo o ano passado e tal como aconteceu em 1925.

O monstro do lago Ness, cujo mistério e lenda existe há 1.500 anos, foi «avistado» mais de mil vezes.

Uma equipa de investigadores encontrou na Escócia os primeiros documentos históricos que mencionam «Morag», uma criatura considerada um familiar próximo do famoso «Nessie».

Juntamente com o «Pé Grande» («Bigfoot» ou «Sasquatch», dos Estados Unidos e Canadá) e o «Abominável Homem das Neves» (ou «Ieti», dos Himalaias), «Nessie» é um dos mistérios mais difundidos e objeto de estudos, apesar de ter sido avistado por poucas pessoas.

Muitos cientistas e peritos consideram que as provas da existência destes seres lendários não são convincentes.