O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, homenageou hoje Nelson Mandela como «uma das maiores figuras políticas dos nossos tempos», manifestando-se de luto pela morte de um estadista que conheceu pessoalmente.

Num comunicado conjunto com o presidente do Conselho Europeu, Herman van Rompuy, José Manuel Durão Barroso considerou que hoje «é um dia muito triste não só para a África do Sul, mas também para toda a comunidade internacional».

O presidente da Comissão Europeia conheceu Mandela «muito antes» de o líder sul-africano ter sido eleito Presidente, em 1994, tendo mantido com ele uma «relação muito próxima», disse à Lusa fonte do gabinete de Durão Barroso.

«Estamos de luto pela morte de uma das maiores figuras políticas dos nossos tempos», lê-se ainda no comunicado dos dois líderes europeus, que destaca Mandela como representante da «justiça, liberdade e respeito pelos direitos humanos».

O líder histórico da luta contra o apartheid «ensinou-nos a todos uma grande lição de reconciliação, transição política e transformação social», dizem ainda.

Nelson Mandela morreu hoje aos 95 anos, anunciou o atual Presidente sul-africano, Jacob Zuma.