Cinco migrantes morreram este sábado de manhã afogados no mar Egeu, ao largo da ilha grega de Samos, quando a embarcação em que haviam partido da costa turca se virou, e outros quatro estão desaparecidos, indicou a guarda costeira.

Este naufrágio é o primeiro nas águas gregas do mar Egeu desde o recente e polémico acordo entre a União Europeia e a Turquia. O acordo estabelece que a Grécia é obrigada a enviar para a Turquia todos os migrantes ilegais chegados ao seu território após 20 de março, incluindo os requerentes de asilo, se os respetivos pedidos tiverem sido rejeitados pelas autoridades gregas.

“Sobreviveram cinco pessoas, quatro foram dadas como desaparecidas e cinco morreram - uma criança e quatro mulheres - no naufrágio da sua embarcação de plástico com 3,5 metros de comprimento”, disse um responsável da guarda costeira grega, citado pela agência de notícias francesa AFP.

(Foto de arquivo)