O Iémen anunciou nesta quarta-feira que fez fracassar um plano da Al-Qaeda para se apoderar de cidades do sul e do sudeste do país e de instalações petrolíferas e de um gasoduto fazendo reféns ocidentais.

O anúncio foi feito um dia depois da retirada do país de pessoal diplomático dos Estados Unidos e do Reino Unido, na sequência de um alerta sobre o risco iminente de atentados da Al-Qaeda.

«O principal objetivo do plano era assumir o controlo das cidades de Mukalla e Bawazir», disse à France Presse um porta-voz do governo, Rajeh Badi, acrescentando, como escreve a Lusa, que as instalações petrolíferas nas imediações de Mukalla eram também um alvo.