Uma explosão numa mercearia, em Nusaybin, na Turquia, vitimou uma pessoa e deixou outras 20 feridas. As causas do incidente ainda são desconhecidas, mas pensa-se que não estejam relacionadas com as eleições, que se realizaram este domingo.

De acordo com o jornal local Radikal, pelo menos três das vítimas encontram-se em estado grave.

Os bombeiros conseguiram resgatar algumas pessoas, que estavam presas nos andares superiores, depois de o edifício ter ficado em chamas. Algumas delas sofreram também intoxicações, por causa da inalação de fumo, e foram transportadas para hospitais locais.

 

As autoridades turcas abriram uma investigação para apurar as causas do incidente. A primeira informação divulgada dava conta que a explosão teria sido provocada por um carro armadilhado e que estaria em causa um atentado terrorista.

Contudo, a investigação indica que o incidente não parece estar ligado à política nacional, apesar de ter ocorrido apenas horas depois da contagem dos últimos votos. Pensa-se que as chamas tenham sido causadas por uma explosão num gerador elétrico.

A Turquia está a atravessar um período de grande instabilidade política e, desde as eleições, já foram reportados vários incidentes violentos no país.

De acordo com a AP, uma pessoa ficou ferida, num motim depois dos resultados das eleições serem divulgados, na cidade de Diyarbakir.